Friday, June 27, 2008

Notas soltas

Às vezes sinto que me agarro a pequenas misérias para não me sentir sozinha.
No final de contas, creio que estou muito melhor sem elas. Um dia gostaria de perceber porque é que tenho medo de ser feliz. Entretanto, nova playlist no ipod. Este é um dos principais hits do momento. Quase 30 anos. Nem acredito. Aos 30 anos já deveria ser ministro da cultura, comissária da Dia Foundation, ter escrito 4 livros, viver numa casa enorme e linda com um setter irlandês e 2 gatos, guiar um karmann guia descapotável, ter um assistente que me trata de todas as chatices burocráticas e um par de sapatos do manolo blahnik para cada dia da semana.
Já devia ter lido todo o Derrida, algum livro do Saramago e terminado o Proust.
Acertas as contas comigo mesma este ano é duro. Talvez por isso ande tão sozinha, para não me ver espelhada nos outros. Afinal, é nos demais que peso e balanço o meu ser.

2 comments:

ulrich said...

isso é que é ambição!

olha que daqui de onde te vejo o que já fizeste não é pouco.

e olha que o derrida para o fim degenerou um pouco e enquanto que um deleuze escreve sempre sobre coisas diferentes o derrida escreve sempre sobre a mesma coisa.

a ver se me recomendas um livro do derrida que te tenha mesmo marcado!

joão amaro correia said...

anxiety or what?

j