Wednesday, September 27, 2006

742

hoje não pude vir de carro para o trabalho e apanhei o autocarro, algo que não fazia há muito tempo.
percebi que quem não conduz pensa mais. ou pelo menos tem muito mais oportunidades para o fazer.
encostada à janela do vidro, a ouvir as http://www.cocorosieland.com/ desfilaram através da minha mente inúmeras reflexões, sensações, imagens e memórias para as quais geralmente não encontro tempo, preocupada como vou em buzinar ao imbecil que deixou o carro mal parado em segunda fila, oscilando entre segunda, a terceira, o travão, o escapar de trás do autocarro que vai demorar horas a fazer aquela subida, o deixar passar a coitada da velhinha corcunda com 3 sacos do minipreço em cada mão ou o refilar com o polícia que me apanhou pelo canto do olho sem cinto, a falar ao telemóvel, com um cigarro na outra mão e pronta a passar por cima do traço contínuo.
a repetir a experiência autocarro. de preferência frequentemente.

5 comments:

asdrubal tudo bem said...

Sempre me fez confusão como é possível pessoas com empregos das 9 às 5H preferirem perder 1H, às vezes mais só para irem de carro. Quando eu trabalhana na baixa, começava a trabalhar às 6.30h por isso ía de carro. havia pessoas que chegavam à mesma hora que eu e ficavam a dormir nos carros só para guardarem o lugar. é bom que te habitues pois em Londres vais andar muito de transportes públicos.

asdrubal tudo bem said...

em relação ao comentário que me deixaste sobre as pernas da miuda da floribela só para te dizer que não preciso de lhe ver as pernas para saber que ele tem uns presuntos dignos de uma verdadeira porca. basta olhar-lhe para a mãos sapudinhas para ter a certeza.

Miss Spring said...

:D
es verdad, es verdad... muito astutos, os do expresso!

125_azul said...

E eu a pensar que 742 era uma nova versão da Boeing e que já estavas a bordo, a caminho de um novo destino!
Bons passeios.Beijinho

Sinapse said...

... não tarda muito estarás em Londres ... metro, metro, metro, autocarro ... ;)